Eu indico: W.E. – O romance do século

    we

Eu sempre admirei muito a Madonna, não somente como cantora mas como pessoa. Sua força e independência sempre me atraiu. Quando eu soube que ela iria dirigir um novo filme eu fui correndo pesquisar sobre o que se tratava o roteiro e eu descobri que era uma história verídica e que marcou muitas pessoas em meados da década de 40.

O filme não chegou a ser exibido nas salas de cinema daqui de Goiânia e por esse motivo eu acabei esquecendo de assisti-lo. Mas em um dia daqueles bem entediantes eu zapeava pelos canais de tv e vi que esse filme iria começar, foi então que eu comecei a assistir W.E. – O romance do século, 2º filme dirigido pela Rainha do Pop.

O longa narra a história de Wallis Simpson (1896-1986) americana divorciada, e o futuro ex-rei da Inglaterra Edward VIII (James D’Arcy), e uma jovem vivendo em 1998 chamada Wally (Abbie Cornish), obcecada pela figura da mulher pela qual ela recebeu o mesmo nome.

zzwe0

A narrativa mistura elementos das década de 30 e 40 com os acontecimentos vividos pela Wally em 1998. As duas personagens centrais chegam a se interagir, por meio de alucinações vividas pela sofrida personagem de Abbie Conish, esse é o ponto mais interessante do filme, os momentos em que elas se encontram são os mais interessantes, principalmente pelos diálogos e os conselhos de Wallis Simpson.

Apesar da história verídica do rei que largou tudo para viver um grande amor com Wallis, a história de Wally me deixou mais interessada, talvez por ainda não saber o desfecho.

Confesso que como diretora Madonna é uma ótima cantora, mas o filme em si é bom e chega a ter momentos emocionantes, além da fotografia que é bem bonita. Eu indico esse filme para o público feminino que se interessa por histórias de mulheres fortes e independentes.

O filme rendeu um Globo de Ouro para melhor canção original, a música Masterpiece interpretada pela própria Madonna, eu particularmente adoro essa música, é muito bonita e tem uma batida gostosa de ouvir. E parece que ela tomou gosto pela profissão de diretora, tudo indica que ela já está produzindo um 3º filme.

Confira o trailer do filme:


E se você quiser conferir a música que rendeu um Globo de Ouro para Madonna:


 

Já assistiu? Me conta as suas impressões sobre o filme 🙂

As melhores “panelinhas” do cinema

Não tem como negar, existe sim uma “panelinha” no cinema hollywoodiano. Aqueles atores que sempre são vistos nos filmes dos mesmo diretores, ou aquelas participações mais do que especiais em filmes dos amigos.

Veja aqui algumas das parcerias mais conhecidas do cinema hollywoodiano.

– Johnny Depp e Tim Burton

johnny-depp-tim-burton

Os dois se encontraram no início dos anos 90 e desde então frequentemente fazem parcerias em filmes. É uma das panelinhas mais famosas do cinema, e pode-se dizer que uma das mais lucrativas.

Até hoje eles participaram de 8 filmes juntos: “Edward Mãos-de-Tesoura” (1990), “Ed Wood” (1994), “A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça” (1999), “A Fantástica Fábrica de Chocolate” (2005), “A Noiva Cadáver” (2005), “Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet” (2007), “Alice no País das Maravilhas” (2010) e “Sombras da Noite” (2012).

E essa parceria se estende para a família de Burton (sua esposa Helena Bohan Carter) que esteve em muitos desses filmes, ou seja, não é uma dupla mas um trio 🙂

helena

– Leonardo Di Caprio e Martin Scorsese

leo dicaprio e scorsese

    O Léo pode  não ter um Oscar, mas ele tem o Martin Scorsese para dirigi-lo em ótimos filmes. Essa parceria já rendeu 5 filmes: “Gangues de Nova York” (de 2002), “O Aviador” (de 2004), “Os Infiltrados” (de 2006), “Ilha do Medo” (de 2010), e “Lobo de Wall Street” (de 2013). E vem muito mais por aí, pois ambos estão cheios de projetos.

– Adam Sandler, Allen Covert, Chris Rock, David Spade, Kevin James e Rob Schneider

sandler-james-rock-rob-spade-img

    Adam Sandler adora trabalhar com seus amigos, e sempre dá um jeito de encaixá-los em suas produções, mesmo que seja em pequenas participações. Nos filmes Gente Grande e Gente Grande 2 os amigos dele aparecem com personagens de maior destaque, e a química entre a turma é visível. Além dos atores citados, Steve Buscemi (Boardwalk Empire) é figurinha recorrente nos filmes do Adam Sandler.

apatow gang

    Formada por nomes como Paul Rudd, Seth Rogen, Jason Segel e Jonah Hill, James Baruchel, Leslie Mann e James Franco, eles se intitulam “Apatow Gang” devido ao apoio de Judd Apatow, produtor, roteirista e diretor da maioria dos filmes dessa “gangue”. Eles são reconhecidos pelas comédias mais famosas dos últimos anos, e assim como Adam Sandler e sua turma, eles emprestam seus rostinhos em pequenas participações nos filmes dos amigos.

– “Frat Pack”

frat pack

    Confesso que pensei muito antes de colocar essa “panelinha” aqui, mas digamos que ela já teve seu sucesso no final dos anos 90 e início dos anos 2000. Formada por nomes de peso como: Will Ferrell, Jack Black, Ben Stiller, Owen Wilson, Luke Wilson, Steve Carell e Vince Vaughn. Essa turma foi responsável por vários sucessos, mas ultimamente estão meio divididos e não fazem mais tantos filmes juntos como antigamente, mas eles tem sua parcela de responsabilidade nas mais famosas panelinhas de Hollywood, afinal, até um nome próprio essa turma tem.

E aí, conhece mais alguma parceria relevante no cinema? Compartilhe comigo 🙂

5 filmes sobre amizade

    Eu sou uma pessoa difícil de fazer amizades, talvez seja a timidez ou a eterna desconfiança, e por esse motivo eu sempre gostei de filmes que têm como tema central “amizade”, eu sempre assisti muitos filmes, mas esses me marcavam muito. é por esse motivo que eu decidi listar meus 5 filmes preferidos sobre amizade, não são filmes vencedores do Oscar, mas cada um tem um motivo especial para estar nessa lista.

5- Quatro Amigas e um Jeans Viajante (2005), direção: Ken Kwapis

amigas

Sinopse: Quatro amigas fazem um pacto de permanecerem unidas mesmo quando, nas férias de verão, elas se separam pela primeira vez. Para tanto, elas compram calças jeans que se ajustam perfeitamente e usam como uma forma de “estarem em contanto” e unidas mesmo a distância.

4- Ponte para Teratíbia (2007), direção: Gabor Csupo

ponte

Sinopse: Jess Aarons sente-se um estranho na escola e até mesmo em sua família. Durante todo o verão ele treinou para ser o garoto mais rápido da escola, mas seus planos são ameaçados por Leslie Burke, que vence uma corrida que deveria ser apenas para garotos. Logo Jess e Leslie tornam-se grandes amigos e, juntos, criam o reino secreto de Terabítia, um lugar mágico onde apenas é possível chegar se pendurando em uma velha corda, que fica sobre um riacho perto de suas casas. Lá eles lutam contra Dark Master e suas criaturas, além de conspirar contra as brincadeiras de mau gosto que são feitas na escola.

3- Os Goonies (1985), direção: Richard Donner

goonies

Sinopse: Com os prédios de seu bairro estando prestes a ser demolidos, o que forçará a mudança de todos os residentes do local, um grupo de garotos resolve organizar uma cerimônia de despedida do local. Quando descobrem um legítimo mapa do tesouro, capaz de torná-los ricos e evitar a destruição de suas casas, Os Goonies resolvem partir em uma grande aventura.

2- As Vantagens de ser Invisível (2012), direção: Stephen Chbosky

as vantagens

Sinopse: Charlie (Logan Lerman) é um jovem que tem dificuldades para interagir em sua nova escola. Com os nervos à flor da pele, ele se sente deslocado no ambiente. Sua professora de literatura, no entanto, acredita nele e o vê como um gênio. Mas Charlie continua a pensar pouco de si…  Até o dia em que dois amigos, Patrick (Ezra Miller) e Sam (Emma Watson), passam a andar com ele.

1- Conta Comigo (1986), direção: Rob Reiner

conta-comigo-filme

Sinopse: Em uma pequena cidade florestal do Oregon, quatro amigos – o sensível Gordie (Wil Wheaton), o durão Chris (River Phoenix), o destemido Teddy (Corey Feldman) e o acovardado Vern (Jerry OConnell) – estão à procura do corpo de um adolescente desaparecido. Querendo ser heróis diante dos amigos e aos olhos da cidade, eles partem numa inesquecível viagem de dois dias que se transforma em uma odisséia de autodescoberta.  Eles fumam escondidos, contam casos assustadores e descobrem que precisam ficar unidos e encontrar forças que nem imaginavam possuir. Baseado no romance “The Body”, de Stephen King.

“Mais velho, nunca tive algum amigo como aqueles de quando eu tinha 12 anos. Jesus, e alguém teve?”  (Conta Comigo – 1986)

Dica de filme: Once.

Once

Um homem que passou por uma desilusão amorosa recentemente e tenta se reerguer através da música, e uma jovem imigrante da República Tcheca, a procura de emprego e com uma filha pra criar. Juntos, os dois descobrem que têm muito mais em comum do que poderiam imaginar. Essa é a história de Once, um filme irlandês que me enche os olhos só de falar.

Para aqueles que gostam de romance esse filme é o certo. Mas é um romance diferente, palpável. Posso dizer que é uma história romântica sem o tempero hollywoodiano.

Once é um filme simples e sincero, que expõe as mazelas da vida de pessoas que poderiam ter tudo, mas a vida não lhes dá nada. No final, você pode fazer uma reflexão sobre a vida.

E a cereja no sundae desse filme é a trilha sonora, que aparece em grande parte no filme e essas canções são essenciais para o desenvolvimento do filme.

Nessa chuva, não tem filme melhor pra assistir ;}

E como eu sou boazinha, segue um vídeo com a linda canção “Falling Slowly”